sexta-feira

Resistente amor

ligeiro
sorriu de ternura
- é... você estava todo o tempo aqui!

do barulho intenso o único silêncio
olhar de antever
desejar
espírito livre corpo leve

eterno frescor da resistência
como vinho do velho mundo
que não se submete
à fácil degustação

10 comentários:

Adriana Aleixo disse...

Lindíssimo, de se degustar aos pequenos goles...como as belas coisas da vida.

Beijo carinhoso!

Verso Aberto disse...

oi Adriana

vida boa se leva assim
pequenos goles

abração

saborcomletras disse...

Que lindo, Pizano!

Verso Aberto disse...

de sua parte, Adriana
elogio é condecoração

obrigado
muito mesmo

abração

Assis Freitas disse...

há que se ter o paladar necessário,


abraço

Verso Aberto disse...

e há de se viver
muintensamente
para conquistá-lo

abração Assis

MIRZE disse...

Lindo, Pizano!

Senti saudades dos vinhos do velho mundo. Em especial aos de Portugal e França!


Beijos

Mirze

Verso Aberto disse...

ôooo como não!!!
atualmente estou indo para a itália
vem comigo?

abração Mirze

MIRZE disse...

Se eu pudesse! Deixei lá meu coração.
Numa daquelas ruínas.

Beijos

Mirze

Verso Aberto disse...

tenho raízes lá
e as encontro sempre numa taça de vinho

abração mana