sexta-feira

Galhofa

elegante
a donzela trejeita discreta

linda
projeta elena aura

uma pequena galhofa
do desejo que desperta

6 comentários:

Adriana Aleixo disse...

Pizano,

Você é mesmo um vinho raro...
"elena aura", como é lindo isso!

Beijo!

Mirze Albuquerque disse...

Linda disposição dos versos no poema. É raro e belo poema de amor.

Beijo, Mano

Mirze

Assis Freitas disse...

elegante, a donzela espera a poesia do olhar que se desvanece,


abraço

Verso Aberto disse...

Adriana,

há belezas enfeitiçadas de fogo
chama de desejo

... costumam queimar por prazer rsrsr

obrigado pela distinta honraria
abraços

Verso Aberto disse...

é Mirze

às vezes o amor faz destas com a gente
promete e não entrega

e a gente gama ainda mais rsrsr

forte abraço mana

Verso Aberto disse...

só a gente pra encontrar donzelas em gazelas

e sempre as mais belas

eta destino!!!

abração