domingo

PALAVRA

O SILÊNCIO GRITA DENTRO DE MIM
COMO UMA VOZ INAUDÍVEL AO MUNDO
TÃO POUCO AOS CÉUS OU INFERNOS

O SILÊNCIO DAS HORAS INQUIETAS
QUANDO O TEMPO DESPERTA FAMINTO
E VOLTA A DEVORAR MINHA ALMA

O SILÊNCIO DO AMOR PERDIDO
SE CONTORCENDO COTIDIANAMENTE
ATÉ FAZER SANGRAR  MEU VENTRE

POR ISSO ESCREVO



JUAREZ GOMES DE SÁ
DEZEMBRO DE 2011

5 comentários:

Verso Aberto disse...

pessoal, este é do amigo, jornalista e poeta Juarez Gomes de Sá, de Caratinga, Minas Gerais

ele tem uma vida dedicada às letras

escreveu os livros "Orgasmo das Pedras", "Tratado do Silêncio", "Travessia: Entre a Brisa e o Mar Revolto" e "Álbum de Família"

não poderia deixar de compartilhar este presente de natal

abração a todos
em especial ao Juarez

Ma Ferreira disse...

Fico feliz em conseguir te visitar neste dia!
Que este espirito natalino se prolongue por todos os dias estão por vir!!

Obrigada pelo presente!
Lindo poema do Juarez!!

Um beijo..

MIRZE disse...

Marcos!

Preciso ler esse tratado do silêncio. Certamente vou assimilar mais o meu!

Feliz Ano novo, mano!

Beijos

Mirze

Verso Aberto disse...

oi Ma
achou o caminho de volta rsrsrs
que bom receber você de novo

Juarez é grande poeta

abração procê

Verso Aberto disse...

Mirze, obrigado pela visita

Juarez domina a poesia com o coração

é ele que fala nos silêncios da palavra

abs