sábado

Abraço


arritmados corações

agora compassados
em confessos perdões
sem pudores e dores

(rainha dos sonhos
você veio dizer sim)

choramos docemente abraçados

seu regresso, terna surpresa
da madureza dos amores

Um comentário:

Kenia Cris disse...

Mas a sua poesia tem uma melodia inconfundível, palavras inteligentes, e calma literária. Eu sou só uma rajada de vento.

Beijo carinhoso. Sempre.