terça-feira

Ah, seu doce olhar

namoro de longe
como monge
a meditar

desejo de amor atrevido
que jamais se esconde
não consigo evitar

beijo em noite quente chuvosa                  
sua carne de vento e barro
templo sem lugar

e fico todo atrapalhado
quando vem perto
seu jeito meigo de doce olhar

se ainda mais perto mais me perco
perto demais
- ai meu Deus

tão perto que se faz dentro
e me faço
guardar


4 comentários:

Assis Freitas disse...

se faz dentro
para se eternizar


abraço

José Carlos Sant Anna disse...

O melhor é não deixar que tanta luz se apague!

Abraço,

Verso Aberto disse...


Assis

irresistível
rsrs

Verso Aberto disse...

José Carlos

perto ou longe
de jeito algum

abração