domingo

Lágrima do mundo


(para o poeta Roberto Lima) 


o vendedor de ingenuidades 
cheira perfume e dedica flor 
pisca sorriso fácil 
ilude olhos apaixonadiços 

na sua teia ele dissimula 
renega o paraíso 
descolore sonhos 

o demônio fascina ao entristecer 
ao se oferecer 
poesia 
a mais bela lágrima do mundo 

6 comentários:

Assis Freitas disse...

bela lágrima: dádiva de poesia



abraço

Primeira Pessoa disse...

nome de uma canção do Milton (acho)
adorei o opema, marquim.

Primeira Pessoa disse...

(e eu li o poema fingindo que a dedicatória não era pra mim. vou continuar fingindo. por mais que leia e releia...
ou, nesta vida, nunca assobiaram pra você na rua, quando cê ra uma espécie de símbolo sexual do DRD???)


ô (repetindo, com cara de tacho)...
cê sabia que lágrima do mundo é nome de uma música de Milton nascimento e em homenagem a Nelson Mandela?

cê sabia????

Primeira Pessoa disse...

(não, não era... era "lágrima do sul"...rs)

beijão,
r.

ps: op poema muito me enobrece. você sempre arrumou maneiras d eme fazer feliz, mano querido)

Verso Aberto disse...

Assis

o Beto tem esta dádiva
de criar beleza na lágrima

abs mano

Verso Aberto disse...

feliz toeu

gostei do simbolo sexual do DRD

que anos encantados eram aqueles

saudade em todos os tempos

abs mano