sábado

Ela


suaviza memórias melancolias 
metaforiza boca 
     palavra baton 
vazios de amor laqueados

ruiva mecha 
         ondula 
         engana 
interroga delícias intraduzíveis 
entardeceres penteados 

cheiro de creme blush 
delineia distâncias ausências 
      elegâncias 
      desdenhos falseados 

arca sobrancelhas 
        pontua rímel
        e se exclama derretida em lágrima

 

4 comentários:

Assis Freitas disse...

ela e seus tudos, inunda



abraço

Primeira Pessoa disse...

ela:
um fio d'ela tem mais força do que oito "juntas" de bois.

beijão, broda.
r.

Verso Aberto disse...


quando ela vale por todas
é amor

abs Assis

Verso Aberto disse...


é quando ela encaixa na pegada
não sobra
não falta

abração Beto