sábado

Leve bailar



em tua dança  
límpida em rodopios sensuais  
escorrem internos suores oleosos  

pelas paredes 
translúcida  
deslizas castiçais  
transpiras vapores corpóreos  
filetes lacrimais  

4 comentários:

Assis Freitas disse...

etéreo a soluçar,


abraço

Verso Aberto disse...

caro Assis

o vinho baila na taça tal como a mulher e a sensualidade de seu colo a cavalgar

expressão de suavidade e intensidade... beleza e prazer

abraços amigo

Adriana Aleixo disse...

Saudades de bebericar do seu vinho.

Bjo, amigo!

Verso Aberto disse...

oi Adriana
é o frrriioooo!!!
bora toma umaseoutras
de leve rssrsr

prazer ver vc aqui

abração