quinta-feira

Beijo de despedida

abri a porta 
veio branda 
um pouco seca 
calada 

puxei a cadeira 
entre verdes vermelhos 
cheiros bem temperados 
adocicou acanhada 

servi a mesa 
frutos do mar crus em leve molho 
salmão alcaparras azeite 
fartou-se assanhada 

e mesmo depois de brancos frutados 
tintos jovens licores maduros 
foi-se comedida 

e me deixou aqui sozinho 
salivando seu beijo 
de despedida

10 comentários:

Cissa Romeu disse...

Pizano,
que poema!!!
Senti o gosto do vinho por aqui.
Ao mesmo tempo tive a sensação de taça vazia e do vazio sem propósito. Muito pleno de significados!

Estou seguindo seu blog. Muito bom!
Te convido a conhecer o meu, sou a Ana Cecílai que fiz a crônica "O Homem e o Cara" lá no blog da Má Ferreira.
Grande abraço.

Humoremconto
http://anaceciliaromeu.blogspot.com

Macabea de La Mancha disse...

Linda história-poema de uma noite...

Kenia Cris disse...

um poema para os sentidos. =)

Às vezes as pessoas vão embora. Eu gostaria de saber lidar melhor com isso.

Beijoca!

Blog do Pizano disse...

Oi Cissa, prazer receber sua visita... Nossa, seu blogo é ótimo e você sabe tudo deste espaço, heim!!! Eu tô começando agora, um pouco tardiamente rsrsrs

A crônica "O Homem e o Cara" é muito boa e gostosa de ler... grande abraço para você também

Blog do Pizano disse...

encontros e desencontros... harmonias e desarmonias... nossas aventuras diárias

obrigado Macabea
beijão procê

Blog do Pizano disse...

Kenia, às vezes é a gente que se ausenta e deixa de perceber que o outro, talvez, possa estar em outra sintonia

a distância pode fazer bem quando o diálogo cede lugar para dois monólogos rsrsr

forte abraço

saborcomletras disse...

Pizano, suas palavras sempre me atingem. Beijocas, Adriana.

Blog do Pizano disse...

Oi, Adriana... olha, você tem parte nisso... essa brincadeira com os vinhos surgiu depois que conheci seu trabalho, que é temperado na medida certa

na vida como na mesa
buscando harmonizações

forte abraço

Ma Ferreira disse...

Pizano..este seu poema me fez lembrar que..( li esta semana ), que os homens não gostam de mulgeres boazinhas.
E esta sua personagem ( não sei se em poesia se usa este termo ), soube muito bem se fazer sedutora e deixar o moço "salivando"..rs
Parabéns!
bj
Ma

Ma Ferreira disse...

ops..mulheres..