sábado

Manhã de Janeiro




frescor campeiro 
brisa leve pelos poros 
primeiro arrepio de pele do seu bem-avindo amor 

você avoluma nuvens ao seu relevo 
inspira o sol joalheiro de orvalhos 
você 
flor serenada em manhã de Janeiro 

abranda os olhos 
liberta o coração 
e volta ao vento

2 comentários:

MIRZE disse...

Essa flor serenada e tudo que seus versos transmitem, é puro encanto de todos os meses.

AMEI!

Beijos

Mirze

Verso Aberto disse...

esta poeminha foi inspirado numa manhã em Lavras

uma sensação que veio com uma brisa poética

abração Mirze